O VI Trail Terras de Ansião

735043_1078822352183361_3923804368565773913_n

Ansião é uma vila portuguesa do distrito de Leiriaregião Centro  com cerca de 2 700 habitantes.

É sede de município com 176,09 km² de área e 13 128 habitantes (2011)  , Esta localização central é potenciada pelas condições naturais do concelho, inserido num enorme maciço calcário que lhe confere paisagens únicas e locais1 muito bem preservados, permitindo a prática de diversas actividades de laser, e de desporto, como btt, trail running, caminhadas, observação de plantas2 e animais3 selvagens.

É aqui que está localizada a maior mancha do carvalho cerquinho da europa, onde há mais javalis que coelhos. Onde existem moinhos de vento a norte e a sul do concelho com características únicas no mundo onde enumeras lagoas espelham, e o Rio Nabão tem a sua origem.

moinho

É este território também rasgado por duas grandes rotas, a saber, a GR26, Rota Sicó e a GR europeia, Caminho Português de Santiago.

santiago

É neste contexto privilegiado para a prática de desportos de natureza, que há cinco anos nasceu o Trail Terras de Ansião, uma organização

ansibikers

De aldeia em aldeia o VI Trail Terras de Ansião segue, percorrendo parte da GR 26 Rota Sicó e o Caminho Santiago – Fátima, por entre medronheiros e carvalhos chega ao Casal Soeiro. Subindo a encosta do Monte da Ovelha, pode admirar a fabulosa paisagem de velhas oliveiras, plantadas há anos idos, em chão de ninguém, em convivência com diversos arbustos autóctones. Destaca-se a presença de algares e afloramentos rochosos, matos rasteiros, campos de “lapiás”, rochas de distinta beleza, (foto)

dolomita

e antigas bases de moinhos, nos pontos mais elevados dos percursos. A partir destes, o caminho é o bordo do topo da Fórnea que fica a montante do Poço da Ameixieira, um anfiteatro natural escavado, em calcários margosos, margas e calcários do Jurássico Médio que torna este lugar rico em fósseis e de importância para a geologia portuguesa.

Todo o planalto constitui uma área privilegiada, permite a existência de miradouros e um sistema de ampla visibilidade.

Descer o desfiladeiro do Buraco do Lobo, para subir o “Trilho do Cogumelo”, a opção é única e admirável. Recomendamos a inter-ajuda dos participantes sendo que, por esta altura já acusam algum desgaste físico, tendendo a dar um passo atrás a cada dois em frente. (excepto caminhada)

Os últimos 6 km, são percurso comum a todos os participantes, pela GR26 coincidente também, com o magnifico Trilho dos Olhos D´Água, findo este, nascente do Nabão á vista e o primeiro km do seu leito, acompanha o participante até ao pórtico de meta.

 

1 Ocorrem habitats com interesse conservacionista, sendo destacados os azinhais, os cercais, os prados com orquídeas e as lajes calcárias, bem como a existência de vários abrigos de hibernação que acolhem inúmeros morcegos de espécies diversas
2  Flora: existem cerca de 100 espécies de flora, incluindo a Azinheira (Quercus ilex) e outras 11 espécies.
Fauna: existem mais de 40 espécies de aves de rapinas e várias espécies de morcegos, como o morcego de ferradura-grande, o morcego de ferradura-pequeno, o morcego de peluche e o morcego rato-grande.

 

 

Share
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *